Portugal está em constante crescimento econômico e Lisboa já se encontra no mapa tecnológico da Europa. A ascensão financeira surge como consequência do grande investimento empresarial, com crescentes números de empresas abrindo, fábricas instalando-se, valorização imobiliária crescente, base tributária e investimentos de  gigantescos corporativos. Com tanto investimento, os salários são favoráveis, a população aquece a economia e tem qualidade de vida para investir em prazeres como as apostas desportivas

Aliás, qualidade de vida também é um fator que atrai muitos investidores para o país. O custo de vida favorável, um dos melhores climas da europa, custos com moradia atrativos e uma culinária deliciosa e invejável, Portugal promete prosperar mais a cada ano.

Dias difíceis antes da ascensão

O mais impressionante é o quanto o país conseguiu se reerguer. Portugal viveu anos difíceis em meio a uma recessão, desemprego e retração das atividades econômicas. Tudo isso sem qualquer perspectiva positiva de evolução econômica. No entanto, o investimento no setor de tecnologia foi crucial para a mudança no cenário. As primeiras startups surgiram timidamente há cerca de 10 anos, desde lá foi só aperfeiçoamento e investimento no mercado nacional e internacional.

A grande curiosidade é que a capital, Lisboa, não é a única cidade que vem sustentando o crescimento. Cidades antes destinadas prioritariamente ao turismo, como Porto e Braga, também vêm apresentando grande desenvolvimento tecnológico.

Quando o cenário começou a mudar

O ponto primordial para o desenvolvimento do país foi o anúncio, em 2015, que a Web Summit de Dublin passaria a ocorrer em Lisboa a partir de 2016. As conferências foram tão bem sucedidas, desde o primeiro ano no país, que após duas edições o governo Português juntamente com a organizadora do evento anunciaram uma parceria que garante a realização do evento até 2028.

A grande evolução tecnológica do país europeu encontra suporte também nas suas formações escolares. As universidades Portuguesas são grandes referências nas áreas de tecnologia, inovação e design. Além disso, o inglês, o francês e o espanhol são idiomas amplamente falados. Então, com habilidades aprimoradas e possibilidade de emprego, os jovens que se formam no país têm a oportunidade do primeiro emprego ali mesmo e aproveitam suas qualificações no próprio país. É nítido também a migração de jovens, bem qualificados tecnologicamente, de outros países, que vão em busca de emprego para Portugal, o que também gera dinheiro e qualificação para o país. 

Reflexo dos investimentos

Com tanta mão de obra qualificada, as empresas de tecnologia, nacionais e internacionais, não resistem ao talento tecnológico, investem e aceleram novos negócios, gerando milhares de empregos anuais.

O governo, espertamente, incentiva o investimento estrangeiro, tornando as implantações rápidas e a manutenção rentável para a economia continuar a se expandir. 

O mercado está satisfeito com os resultados obtidos até então e o clima de confiança aumenta as expectativas e o desejo de investir em inovações. O crescimento em 2020 deve se consolidar com estratégias de inovação e dinamismo.